h1

Poeira

junho 10, 2009

pó

Se não tivesse fortalecido meus nervos
Pela lembrança da alma conquistada, não teria ido adiante
Se não tivesse visto a expressão de repouso
E alegria demonstrada antes da dissolução final

Não suportaria as contorções
Do meu peito
A minha cabeça mal se separara de meu corpo
E tudo começou a se desmanchar e transformar-se em pó

E é como se eu escutasse:
“Aqui estou!”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: